Participe da Mobilização em Solidariedade aos Povos Indígenas, que acontece em diversas cidades do Brasil neste sábado e domingo 

Povos indígenas protegem as florestas

O povo Karipuna, que vive em Rondônia, é constantemente ameaçado por defender sua floresta e denunciar as invasões dentro de seu território © Rogério Assis/Greenpeace

Mais de vinte cidades das cinco regiões do Brasil participarão da Mobilização em Solidariedade aos Povos Indígenas que acontecerá nos dias 13 e 14 de abril (nestes próximos sábado e domingo já!).

E, olha só que bacana: no dia 24 deste mesmo mês, pessoas de diversos países irão também realizar atividades de apoio aos povos indígenas do Brasil! A proposta delas é enviar uma mensagem de solidariedade a estes Guardiões da Floresta justamente no primeiro dia do Acampamento Terra Livre (ATL), maior mobilização indígena do país, que acontece anualmente em Brasília.

Junte sua voz, sua criatividade e sua energia a este necessário movimento mundial em defesa da Amazônia e de seus povos!

Aqui neste Guia de Mobilização existem diversas e sugestivas atividades para você se integrar  a esta “grande onda” de proteção do planeta, das mais fáceis até algumas mais elaboradas. Dê uma olhada e inspire-se!

Se você nunca fez arte urbana, mas não quer ficar de fora, esta é a oportunidade perfeita para começar! Acesse os kits disponíveis neste Guia e siga nossas dicas sobre como fazer um stencil, por exemplo.

Você também pode organizar outros eventos e intervenções, como oficinas de camisetas, fazer banners interativos e até saraus de música, além de compartilhar sua manifestação com o mundo! Bora? É só juntar os amigos e começar a agir!

Ah, e se você ainda não participou do abaixo-assinado Sem Floresta, Sem Vida, faça isso agora! É super rápido. Não temos tempo a perder!!! Esta é outra ação de solidariedade possível: espalhe este abaixo-assinado entre seus amigos e em suas redes sociais! A Amazônia e seus povos agradecem!

Mas… por que você deveria participar desta mobilização de apoio aos povos indígenas?

Muito pouco se sabe sobre os 305 povos indígenas que, atualmente, existem no Brasil. Por isso, eles são, constantemente, alvo de muito preconceito e discriminação. Então, é muito compreensível que você pense “mas, por que eu deveria participar desta mobilização?”. Trazemos aqui alguns fatos e motivações pra te inspirar:

1 – Bem, primeiro, vamos contextualizar um pouco a nossa realidade… Infelizmente, a Amazônia está sendo destruída a um ritmo dramático. Apenas em 2018, mais de um bilhão de árvores foram perdidas – este foi o maior desmatamento dos últimos 10 anos! Quase 20% da Amazônia já foi desmatada, e cientistas afirmam que estamos muito perto de atingir um ponto que não será mais possível reverter os impactos desta destruição.

2 – Também é fundamental entendermos que os povos indígenas e as comunidades tradicionais precisam da floresta em pé para garantir o seu modo de vida. Eles são seus verdadeiros Guardiões e arriscam suas vidas para denunciar atividades ilegais em seus territórios, como o roubo de madeira, a mineração e a expansão do agronegócio.

3 – É muito interessante saber que dados de satélite e estudos científicos explicitam que as terras indígenas funcionam como uma barreira ao avanço do desmatamento e de suas trágicas consequências. E podemos citar dois sólidos exemplos aqui.

O World Resources Institute aponta que o desmatamento é 11 vezes menor nas áreas da Amazônia em que há terras indígenas, do que nas demais áreas de floresta. O artigo “Análise da inibição do desmatamento pelas áreas protegidas na parte Sudoeste do Arco de Desmatamento”, realizado por um grupo de pesquisadores do conceituado Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), conclui que as terras indígenas são mais eficazes do que qualquer outro tipo de unidade de conservação em áreas em que há um alto nível de pressão por desmatamento.

É justamente por estarem na linha de frente da resistência, na proteção das florestas, que os Guardiões são ameaçados, criminalizados e sofrem graves tipos de violência. E esta situação tem piorado nos últimos anos.

Por tudo isso, se você defende o meio ambiente, você precisa apoiar a luta dos povos indígenas!!!

Junte-se a este movimento global. Mostre ao mundo que é hora de proteger quem sempre protegeu as florestas.

Confira abaixo algumas das cidades participantes!
Caso sua cidade não esteja lista, acesse Greenwire e verifique se já não existe um novo evento!

 

 

 Cidades  Local e link para o evento  Horário  Data
 ABC Paulista  Parque Chico Mendes – São Caetano  11h às 16h30  14/04
 Belém  Praça da República  09h às 17h  14/04
 Brasília  Estação Metrô Sul  09h até 12h30  14/04
 Litoral Norte/RS  Expedição  08h30 às 18h  13 e 14/04
 Leste Paulista  Praça Coronel Joaquim José  09h às 17h  13/04
 Macapá  Praça Floriano Peixoto  16h às 20h  14/04
 Manaus  Praia da Ponta Negra  09h até 15h  14/04
 Porto Alegre  Parque Farropilha  09h às 17h  14/04
 Rio de Janeiro  Parque de Madureira  14h até 16h  13/04
 Salvador  Parque da Cidade  13h às 18h  14/04
 São Paulo  Av. Paulista  10h às 18h  14/04
 Campinas  Parque Portugal – Entrada 01  09h30 às 16h30  14/04
 Campo Grande/MS  Parque das Nações Indígenas  16h às 21h  14/04
 Goiania  Parque Lago das Rosas  09h 12h  14/04
 Recife  Parque dois irmãos  09h às 12h  14/04
 Sao Luís  Praça Benedito Leite  07h 15h  14/04
 Araguari  Praca Manuel Bonito – Centro  09h às 14h  13/04
Fortaleza Praia de Iracema, próximo ao centro cultural Belchior  16h 18h  14/04