Neste episódio do podcast, comentamos as declarações do ministro do Meio Ambiente, explicamos as medidas antiambientais e a polêmica que envolveu anúncios em jornais e grandes empresas do país

No vídeo da reunião interministerial do governo, que foi a público dia 22 de maio, o Ministro do Meio Ambiente deixou claro que não tem interesse em preservar o meio ambiente e defendeu que se aproveitasse o momento da pandemia para “passar a boiada” da destruição ambiental. A declaração rendeu reações tanto do movimento ambientalista quanto do setor privado. 

Neste episódio do podcast, nós damos nomes aos bois e entrevistamos Luiza Lima, da área de Políticas Públicas do Greenpeace Brasil. Falamos sobre as medidas tomadas por Salles e pelos órgãos ambientais que fazem parte de um desmonte orquestrado. Entre elas estão a abertura do caminho para venda de madeira ilegal, a anistia a desmatadores da Mata Atlântica e demissão e exoneração de servidores do Ibama. E falamos da polêmica envolvendo nomes de empresa que apoiam, ou não, as ações do ministério.

 Assine o feed | Ouça no Spotify | Ouça no iOS | Ouça no Android

Links de referência sobre o tema:

Créditos:

  • Apresentação: Rafael Silva e Thaís Herrero;
  • Produção: Camila Doretto;
  • Entrevistados: Luiza Lima;
  • Sound Design: Compasso Coolab;
  • Trilha original: Marcellus Meirelles e Alexandre Luppi;
  • Edição: Pedro Moura.

Antes que se vá, pedimos o seu apoio. Neste momento de quarentena, mantemos nossos escritórios fechados, mas nossa equipe segue de casa trabalhando em nossas campanhas, pesquisas e no monitoramento dos crimes ambientais. Sua doação é muito importante para que esse trabalho continue sendo feito com independência e qualidade, pois não recebemos recursos de governos e empresas. Clique e se torne um doador.