#Mobilização

Junte-se ao time de voluntários

Para fazer parte da nossa rede de voluntariado é só entrar no Greenwire, se conectar com outros ativistas ao redor do Brasil e participar das…

Participe

Nossos voluntários e voluntárias se empenharam muito para levar a Educação Ambiental ao redor do Brasil e mostrar que ela é uma das melhores formas de Ativismo, foram mais de 260 pessoas – entre crianças e adultos – em sete Projetos Escolas realizados.

Além disso, o pessoal de Manaus realizou um Cine Debate sobre plásticos em uma comunidade que foi construída ao redor de um Igarapé e os voluntários de São Paulo e do ABC Paulista participaram da limpeza das placas solares do escritório de São Paulo.

 

Projeto Escola

No dia 1º de julho, os voluntários e voluntárias de São Luís estiveram na mostra científica da Escola Upaon-Açu para falar sobre as campanhas do Greenpeace e o trabalho socioambiental realizado na cidade. O evento tinha como tema “Repensar o hoje para viver o amanhã”, no qual os alunos expuseram experiências baseadas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), uma agenda mundial adotada pelas Organizações das Nações Unidas (ONU). Dentre as metas dos ODS estão: acabar com a pobreza, preservar o planeta e garantir que todas as pessoas tenham paz e prosperidade até 2030. 

Voluntários de São Luís participam da mostra científica da Escola Upaon-Açu. © Cynthia Carvalho e Joséllio Diniz

O pessoal de São Luís ainda realizou mais um Projeto Escola – em 8 de julho -, desta vez no “Rolezinho Pré-Enem & Paes” no Cine Praia Grande, promovido pelo Movimento Popular da Juventude do Maranhão (MPJM). O voluntário Denison Ferreira conversou com os vestibulandos sobre progresso social, degradação do meio ambiente e os riscos à população.

Voluntários de São Luís realizam palestra para pré-vestibulandos. © Cynthia Carvalho

Para discutir o tema, Denison levou dados do relatório “Segure a Linha” do Greenpeace que destaca os riscos do desmatamento do Cerrado na área do Matopiba, uma região considerada como grande fronteira agrícola nacional que compreende os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia e que também responde por grande parte da produção brasileira de grãos e fibras. 

Durante a palestra, Denison Ferreira mostrou dados do relatório “Segure a Linha” do Greenpeace. © Cynthia Carvalho

No decorrer da palestra, ele mostrou os diversos dados sobre o Cerrado, como por exemplo, os 200 milhões de hectares do Cerrado Brasileiro que abrigam 5% das espécies vegetais e animais do planeta, dos quais mais de 4.800 não são encontrados em nenhum outro lugar. No entanto, o Cerrado perdeu 2,8 milhões de hectares de florestas naturais e 1,8 milhões de hectares de pastagens naturais entre 2010 e 2017, com as principais ameaças provenientes das fazendas de soja e pecuária. Denison ainda respondeu perguntas a respeito do tema.

O “Rolezinho Pré-Enem e Paes” é uma iniciativa do MPJM para oportunizar aos jovens maranhenses melhores perspectivas na educação que podem ajudar num bom desempenho durante o vestibular.

O voluntário Denison Ferreira debateu assuntos sociambientais importantes para os pré-vestibulandos. © Cynthia Carvalho

Os voluntários de Manaus realizaram três Projetos Escola. No dia 8, realizaram palestra no CPA Sul (Comando de Policiamento da Área Sul de Manaus), localizado no bairro Colônia Oliveira Machado. Sendo abordados assuntos como: práticas sustentáveis, desmatamento da Amazônia e suas consequências para o futuro do planeta. A palestra foi ministrada para 28 alunos que fazem parte do Projeto Formando Cidadão, que tem por objetivo prevenir e recuperar jovens entre 12 e 17 anos em risco social e pessoal, fazendo renascer o espírito e desejo de engajamento na sociedade por meio dos estudos e atividades como esporte sadio, práticas de ações cívicas e profissionais.

O Comando de Policiamento da Área Sul de Manaus recebeu os voluntários do Greenpeace. © Matheus Revoredo

No dia 9, o CPA Norte (Comando de Policiamento da Área Norte de Manaus), localizado no bairro Amazonino Mendes, recebeu os voluntários do Projeto Escola para debater temas como: história do Greenpeace, desmatamento na Amazônia, expansão do agronegócio no Cerrado, práticas sustentáveis e reciclagem dos resíduos sólidos. O encontro contou com 25 alunos, entre 12 e 17 anos.

Temas sociambientais foram debatidos em palestra no Comando de Policiamento da Área Norte de Manaus. © Matheus Revoredo

No dia 10 de julho, os voluntários da capital amazonense voltaram ao CPA Sul e  realizaram duas oficinas. A primeira foi voltada para as fontes sustentáveis de energias renováveis, na qual mostraram alguns objetos que são usados apenas com a temperatura do sol, como: o forno solar e o fogão solar parabólico. A segunda oficina foi realizada com garrafas pets, na qual os alunos aprenderam a reutilizar resíduos sólidos para objetos de decoração e até mesmo brinquedos.

Voluntários de Manuas realizaram duas oficinas no CPA Sul para alunos entre 12 e 17 anos. © Janderson Sarmento Souza

Dando continuidade entre a parceria do Projeto Escola de Porto Alegre e a Diretoria de Educação e Preservação Ambiental de Canoas, Valdeci C. de Souza esteve na Escola Municipal de Ensino Fundamental Sete de Setembro no dia 10 de julho. O primeiro encontro contou com a presença de 50 alunos dos 6º e 8º anos e o segundo encontro 45 alunos dos 6º e 7º anos participaram. Tratando de temas relacionados às mudanças climáticas Valdeci debateu sobre: aquecimento global, gases do efeito estufa, consumo responsável e sustentabilidade. Ele também aproveitou a ocasião para contar um pouco da história e das campanhas do Greenpeace.

Projeto Escola de Porto Alegre realizou palestras na Escola Municipal de Ensino Fundamental Sete de Setembro, em Canoas (RS). © Rosângela K. Perroco

O voluntário Valdeci ainda esteve na empresa Expresso São Miguel, em Gravataí (RS) no dia 10 de julho. O encontro contou com a participação de 20 funcionários e tratou de temas como: história e campanhas do Greenpeace, sustentabilidade, Os 17 ODS – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU, práticas sustentáveis, aquecimento global, oceanos, consumo responsável, pegada ecológica e obsolescência programada.

Projeto Escola de Porto Alegre realizou palestra na empresa Expresso São Miguel, em Gravataí (RS). © Maristela B. Daleaste

Nas últimas duas semanas, nossos voluntários e voluntárias mostraram que a Educação é uma das melhores formas de Ativismo, levando o Projeto Escola para 263 pessoas – entre crianças e adultos – nos dois extremos do Brasil.

 

Cine Debate   

Há algum tempo, os voluntários de Manaus pensavam em realizar atividades nos moldes de um cinema itinerante. A ideia seria levar para as comunidades reflexões sobre temas diversos, nos quais os moradores pudessem ser ouvidos e sentir-se parte da solução. Foi assim que surgiu o Cine Debate, que na sua 1º edição (13.07) contou com o apoio do Instituto de Desenvolvimento Interativo (Idi) e os multiplicadores do Projeto Banana Terra e tratou sobre Plásticos. Os voluntários foram até uma comunidade “construída” aos arredores de um Igarapé, que enfrenta as consequências dos próprios atos e dos bairros próximos com o descarte incorreto de resíduos, causando alagamentos das casas com as fortes chuvas. 

Voluntários de Manaus realizaram Cine Debate com o tema Plásticos. © Italo Michiles

Os voluntários tiveram a iniciativa de levar um vídeo com a temática Plásticos e puxaram uma roda de conversa para que os moradores pudessem refletir a respeito do problema observado. Após o Cine Debate, os moradores comprometeram-se: recolher óleo de cozinha para fazer sabão; recolher garrafas pets para a confecção de vassouras; e construir lixeiras de coleta seletiva para a comunidade. 

 

Limpeza de Placas Solares

No dia 3 de julho, voluntários e voluntárias de São Paulo e ABC Paulista, realizaram a limpeza das Placas Solares do escritório de SP. Antes de realizar a atividade, os voluntários tiveram uma rápida capacitação sobre o funcionamento das placas solares e os benefícios que elas trazem ao escritório e ao meio ambiente, além da importância de realizar limpezas periódicas das placas.

Voluntários de São Paulo e ABC Paulista realizaram a limpeza das placas solares do escritório do Greenpeace em SP.

Mobilizar e conscientizar. Esse é o lema dos nossos voluntários e voluntárias que levam questões socioambientais ao redor do Brasil. Tudo em busca de um mundo mais verde, melhor e justo para que todos possam viver!

Gostou dessas iniciativas e gostaria de realizá-las em sua cidade? Junte-se ao time de voluntários você também! E vamos juntos proteger o meio ambiente e a biodiversidade do planeta.