#Mobilização

Junte-se ao time de voluntários

Para fazer parte da nossa rede de voluntariado é só entrar no Greenwire, se conectar com outros ativistas ao redor do Brasil e participar das…

Participe

Na última semana nossos voluntários e voluntárias de 9 cidades nas cinco regiões do país realizaram atividades de conscientização do Dia Mundial das Abelhas, mostrando a importância desses insetos para o meio ambiente e  para a sociedade.

Além disso, ainda tiveram outras atividades como limpeza de parque em Vargem Grande do Sul (SP), Projeto Escola em Porto Alegre e uma roda de conversa sobre diversidade sexual e de gêneros realizada pelos multiplicadores do Projeto Banana Terra no Ceará.  

Voluntários e voluntárias do Greenpeace Brasil participam da mobilização para o Dia Mundial das Abelhas. © Grupo de voluntários do ABC Paulista

 

É O FIM DA PICADA! – Mobilização Dia Mundial das Abelhas

Poucas pessoas estão atentas para a importância que as abelhas têm para o meio ambiente e para todos os seres humanos. Elas são as rainhas da polinização e estão diretamente ligadas a produção de alimentos. Mas, infelizmente, o reinado está sob ameaça, e o uso massivo de agrotóxicos é uma das principais causas na mortalidade das abelhas no planeta.

Os agrotóxicos são os principais causadores da mortalidade das abelhas. © Grupo de voluntários do Litoral Norte - RS

Preocupados com a situação, nossos grupos de voluntários realizaram ações de conscientização, entre os dias 18 e 19 de maio, em 9 cidades das cinco regiões do país. As ações contaram com a coleta de assinaturas para o abaixo-assinado Salve as Abelhas e mural de mensagens no qual as pessoas que passavam pelos Pontos Verdes podiam deixar o seu apoio para a proteção das maiores polinizadoras do planeta.

Voluntários foram até o Mercadão de São Paulo e junto com os comerciantes espalhar conhecimento e engajamento sobre a importância das nossas realezas! © Grupo de voluntários de São Paulo

Nossos voluntários ainda realizaram oficinas de stencil e distribuíram mudas e sementes de flores que atraem as abelhas, como lavanda, girassol e sálvia, convidando as pessoas a se juntarem a este enxame de transformação.

Abaixo-assinado pede para salvar as abelhas. © Grupo de voluntários de Brasília

Em 2018, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o dia 20 de maio como sendo o Dia Mundial das Abelhas. A data reforça a importância da polinização animal para garantir não somente o equilíbrio dos ecossistemas, como também a produção de alimentos e o combate à fome no mundo.

A importância das abelhas é incontestável: 73% de todas as espécies vegetais do planeta dependem da polinização feita por elas. No Brasil, habitat de cerca de 1.600 tipos de abelhas, mais da metade das 141 espécies de plantas cultivadas depende da polinização que é feita, principalmente por esse grupo de insetos. Tomate, berinjela, leguminosas, café e cacau são alguns dos alimentos polinizados por elas.

Mas o reinado das abelhas está sob ameaça.

As abelhas são fundamentais para as florestas e para a produção de alimentos. © Holger Weber / Greenpeace

O uso massivo de agrotóxicos é uma das principais causas na mortalidade de abelhas no planeta e o Brasil é um dos principais países no uso de veneno em nossa alimentação. Considerando que o atual governo, com menos de 5 meses, já liberou quase 200 novos agrotóxicos e 44% dessas substâncias são altamente tóxicas.

Precisamos do seu apoio na luta por uma agricultura que não destrua as florestas e nossa rica biodiversidade, nem envenene a população. Faça parte do movimento #SalveAsAbelhas e participe do abaixo-assinado!

Some sua voz! Juntos poderemos ajudar a proteger as abelhas, o meio ambiente e a saúde da população.

 

Limpeza de parque

No sábado (18), voluntários e voluntárias do Leste Paulista (SP) estiveram em Vargem Grande do Sul (SP), onde realizaram uma ação de limpeza no Bosque Municipal. Ao final da atividade foram coletados 68,5 quilos de resíduos, sendo: 35kg de vidro, 25kg de plástico, 7kg de tecido e 1 kg de metal. Além disso, os voluntários ainda encontraram durante ação uma placa antiga do Zoológico Municipal da cidade.

Foram coletas mais de 60 quilos de resíduos na última ação de limpeza na cidade de Vargem Grande do Sul (SP). © Grupo de voluntários do Leste Paulista

 

Projeto Escola

No dia 13, os voluntários Luciele de Souza e Valdeci C. de Souza estiveram na Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Anísio Teixeira para realizar uma reunião de trabalho com o objetivo de viabilizar uma parceria de conscientização ambiental entre a escola e o grupo.

Parceria da escola e Projeto Escola da cidade gaúcha na construção de um Brasil mais verde, pacífico e sustentável. © Grupo de voluntários de Porto Alegre

No dia 14, Valdeci C. de Souza voluntário e palestrante – esteve na Escola Municipal de Ensino Fundamental Monteiro Lobato, em Canoas (RS), para ministrar duas palestras. O primeiro encontro aconteceu na parte da manhã e contou com a presença de 41 alunos e um professor. Na parte da tarde, 26 alunos e um professor assistiram a palestra.

Aquecimento global, gases do efeito estufa, consumo responsável, práticas sustentáveis, respeito ao meio ambiente e aos animais, pegada ecológica e a histório do Greenpeace foram alguns dos temas tratados durantes os encontros.

Projeto Escola de Porto Alegre leva educação para alunos de escola em Canoas (RS). © Rosângela K. Perroco

 

Projeto Banana Terra

Idealizações. Afetos. Interlocuções. Estas expressões resumem o desenvolvimento da roda de conversa realizada pelos multiplicadores e multiplicadoras do Projeto Banana Terra em Juazeiro do Norte (Ceará) sobre o tema “O Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e a Diversidade Sexual e de Gênero”. A atividade aconteceu no dia 17 de maio, data mundialmente lembrada como de combate à LGBTfobia, e contou com mediações e reflexões sobre o histórico dos direitos sociais no Brasil, o desenvolvimento do SUAS, as nuances pertinentes à cidadania LGBT e a importância da assistência social no que diz respeito à defesa dos direitos sexuais e reprodutivos.

Diversidade sexual e de gênero foi tema de roda de conversa em Juazeiro do Norte (CE). © multiplicadores do Projeto Banana Terra no Ceará

Mobilizar e conscientizar. Esse é o lema dos nosso voluntários e voluntárias que levam questões socioambientais ao redor do Brasil. Tudo em busca de um mundo mais verde, melhor e justo para que todos possam viver.