#Agricultura

Chega de veneno em nossa comida

Por uma agricultura mais saudável e sustentável

Participe

Conheça a história do primeiro ponto de comercialização de produtos orgânicos na periferia de São Paulo

Na Semana Mundial da Alimentação, comemorada em meados de outubro, iniciamos uma parceria com a Agência Solano Trindade com o objetivo de ajudar a tornar a alimentação saudável acessível para todas as pessoas, sem exceção. Em Campo Limpo, periferia da cidade de São Paulo, o Thiago Vinicius, idealizador da agência, tem feito um trabalho incrível para que a galera da quebrada possa comer orgânicos a um preço justo. No blog abaixo, ele conta essa história com mais detalhes.

Thiago Vinicius à frente do Armazém Organicamente, na periferia de São Paulo

Thiago Vinicius à frente do Armazém Organicamente, na periferia de São Paulo © Anna Carolina Souza Dias/ Greenpeace

Para não dizer que eu não falei das flores

Sou Thiago Vinicius, morador da periferia da Zona Sul de São Paulo. Esse é o espaço das ruas, dos becos e vielas. Sustentabilidade como vocês nunca viram, a sevirologia da favela, a gambiarra que esquenta a água para tomar banho no barraco, todas as dificuldades que colocam uma favela de pé, de quem pega o busão, desce do trem, às vezes pega um uber, “mano que corre” e a gente não vê a hora de chegar no final de semana para colocar um Racionais MCs no talo, tomar sol na laje, cortar o cabelo e fazer um rolê. A Agência Popular Solano Trindade, uma aceleradora de negócios sociais e coworking, te convida para mergulhar de cabeça em uma periferia linda, inteligente, lutadora, empreendedora. Está escrito na faixa na entrada da favela: “A FAVELA VENCEU”.

A Organização Mundial da Saúde chama de desertos alimentares regiões da cidade onde as pessoas precisam andar mais de 400 metros para encontrar alimentos in natura, não processados. Diferentemente de bairros nobres, em que há bastante oferta de frutas, legumes e verduras, nas periferias dos grandes centros urbanos são raros os locais que comercializam esses produtos e ficamos reféns do que o mercado disponibiliza. Por exemplo, geralmente é difícil encontrar espinafre, mas há abundância de alface.

Café com Prosa, um encontro para falar sobre alimentação saudável e empreendedorismo social

Café com Prosa são encontros sobre alimentação saudável na periferia © Anna Carolina Souza Dias/ Greenpeace

Democratizar o ato de comer bem — essa é a missão do Armazém Organicamente, situado na Agência Popular Solano Trindade e o primeiro e único ponto fixo de comercialização de frutas, legumes e verduras orgânicas na periferia de São Paulo. O Armazém é um oásis do Campo Limpo e já foi adotado pela comunidade! Atualmente são atendidas mais de 100 famílias que toda semana visitam o espaço buscando alimento sem veneno. Os clientes chegam para comprar orgânicos às 7 horas da manhã e as vendas já totalizam mais de R$ 4 mil por mês, um claro indicador de que os moradores valorizam o trabalho de trazer alimento orgânico para a periferia.

Nossa margem de lucro ainda é pequena, mas sabemos que esse é o momento de investir na nossa comunidade, reconectando-a com a cultura da roça, da terra. Essa conexão foi perdida quando nossos avós e pais sofreram um processo de “desenraizamento” de seus hábitos alimentares devido às mudanças no meio urbano. A vida na cidade vai moldando nossos horários e não damos mais o devido valor às pausas para o café da manhã, almoço e jantar.

Empreender na periferia não é fácil, os desafios são enormes. Mas com o apoio da comunidade e dos amigos, o “viver orgânico” vai aos poucos virando uma realidade na periferia da Zona Sul de São Paulo. Venha com a gente experimentar essa transformação e ser impactado pelo prazer do alimento sem veneno a preço acessível.

#agsolanotrindade #armazemorganicamente #juventudedocampo #juventudedaperiferia