Entenda as perspectivas do julgamento da tese do marco temporal no STF, quais são os interesses de quem a defende e porque a medida é inconstitucional

Após uma mobilização histórica com milhares de lideranças indígenas ocupando Brasília no acampamento Luta Pela Vida, o julgamento da tese do marco temporal no Supremo Tribunal Federal (STF) foi suspenso por tempo indeterminado após pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes. 

Neste episódio do podcast, trazemos um panorama do julgamento até o momento, o ataque que ele representa aos direitos dos povos indígenas e quais são as perspectivas do processo. 

Para isso, contamos com a participação de Tito Menezes, assessor jurídico da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), Carol Marçal, porta-voz da campanha de Florestas do Greenpeace Brasil, e Eloy Terena, coordenador jurídico da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib). 

Ouça o episódio e entenda porque a luta indígena é uma luta de todos!

Assine o feed | Ouça no Spotify | Ouça no iOS | Ouça no Android

Links de referência sobre o tema: 

Créditos:

  • Apresentação: Camila Doretto, Rafael Silva e Victor Bravo;
  • Produção:  Camila Doretto, Lu Sudré, Rafael Silva e Victor Bravo;
  • Roteiro: Camila Doretto e Jorge Eduardo Dantas 
  • Entrevistados: Carol Marçal, Tito Menezes, Luene Karipuna, Nando Reis, Eloy Terena 
  • Sound Design: Compasso Coolab;
  • Trilha original: Marcellus Meirelles e Alexandre Luppi;
  • Edição: Pedro Moura.

As conquistas dos últimos 50 anos só foram possíveis porque, desde o início, tivemos pessoas de todas as partes do mundo ao nosso lado; ativistas, voluntários, doadores e apoiadores fazem parte dessa história. Você também pode fortalecer essa luta e futuras conquistas. Faça parte desse grupo de pessoas que vivem por um mundo melhor,  por um planeta mais verde e justo. Junte-se a nós e seja um doador do Greenpeace!