Para fazer parte da nossa rede de voluntariado é só entrar no Greenwire, se conectar com outros ativistas ao redor do Brasil e participar das…

Faça a sua parte!

Na última semana, nossos voluntários e voluntárias do Rio Grande do Sul realizaram atividades de conscientização socioambiental, como a ação pacífica de carvão na Audiência Pública sobre a instalação da Mina Guaíba. Além disso, os voluntários da capital gaúcha ainda levaram a Educação Ambiental para mais de 140 pessoas, entre crianças e adultos.

Audiência Pública Mina Guaíba

No final da tarde do dia 27 de junho, voluntários e voluntárias do Greenpeace de Porto Alegre e Litoral Norte (RS) realizaram uma ação pacífica contra a maior fonte de poluentes do mundo: o carvão. A manifestação concentrou-se em frente ao ginásio da Escola Municipal de Ensino Fundamental David Riegel Neto, na cidade de Eldorado do Sul. Posteriormente, aconteceu a Audiência Pública sobre a instalação da Mina Guaíba, entre os municípios de Eldorado e Charqueadas. 

Nossos voluntários passaram a mensagem durante a ação que a instalação de uma mina de carvão a céu aberto na região afetará a biodiversidade local diretamente, além de contaminar o Delta do Rio Jacuí, o principal manancial de Porto Alegre e toda região metropolitana.

Ação pacífica realizada contra a instalação da Mina do Guaíba.

O projeto Mina Guaíba – associado ao polo carboquímico do Rio Grande do Sul – representa atraso socioambiental devido à exploração do carvão para geração de energia a partir do combustível fóssil não-renovável, sendo este o maior responsável pelo aquecimento global, devido ao alto índice de emissão de Dióxido de Carbono (CO²).

A Audiência Pública, coordenada pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), teve como objetivo apresentar o Estudo de Impacto Ambiental do projeto da empresa Copelmi, que tenta obter a licença prévia para a instalação da maior mina de carvão a céu aberto do Brasil. Caso o projeto concretize-se o estado do Rio Grande do Sul passa a ser o terceiro maior minerador do país, perdendo apenas para Minas Gerais e Pará. 

Volutários protestam contra a instalação da maior mina de carvão a céu aberto do Brasil.

Durante o encontro, ficou evidente a contrariedade de grande parte da sociedade civil a instalação da mina, não existindo consenso quanto ao projeto e que a Copelmi é alvo de desconfiança por parte de diversas pessoas e movimentos que estavam presentes. Mais do nunca, se fizeram ecoar gritos de “Audiência Pública em Porto Alegre” e Não à Mina do Guaíba”.

A luta continua e uma nova Audiência Pública para tratar sobre a Mina Guaíba está marcada para acontecer no próximo dia 11 na Câmara de Vereadores de Guaíba.

Voluntários realizam ação em frente a Audiência Pública da instalação da Mina Guaíba.

 

Projeto Escola

O Projeto Escola de Porto Alegre, em parceria com a Diretoria de Educação e Preservação Ambiental (DEPA), esteve na Escola Municipal de Ensino Fundamental Oscar Jochims, em Canoas, no dia 26 de junho. Valdeci C. de Souza – voluntário e palestrante – realizou duas palestras para 96 alunos dos 8º e 9º anos. Durante o encontro foram debatidos temas como: aquecimento global, sustentabilidade e a história do Greenpeace. 

Segundo Valdeci, os estudantes estavam bastante atentos e participativos demonstrando suas preocupações e a urgência de mudanças de hábitos para a construção de um futuro mais sustentável.

Projeto Escola leva Educação Ambiental para alunos de Canoas (RS).

Valdeci ainda esteve, no dia 28, na Secretaria Municipal de Educação de Glorinha (RS) para apresentar o Projeto Escola aos diretores de 30 escolas municipais. Durante o encontro  eles puderam conhecer o trabalho de educação desenvolvido pelo grupo de voluntários de Porto Alegre, dando início, assim, a parceria entre o Projeto Escola e a Secretaria de Educação de Glorinha.

Projeto Escola firma parceria com Secretaria de educação de Glorinha (RS).

Também no dia 28, os voluntários Luciele de Souza e Emerson Prates estiveram na Escola Municipal Porto Novo, no Bairro Porto Seco em Porto Alegre. O encontro contou com a participação de 20 alunos do sétimo ano e tratou sobre temas relacionados às mudanças climáticas e a mineração no Rio Grande do Sul.

Projeto Escola leva educação ambiental para alunos do sétimo ano.

Na última semana, o Projeto Escola de Porto Alegre levou e Educação Ambiental para mais de 140 pessoas, entre elas, crianças e adultos!

Com pequenos gestos nós podemos proteger o nosso meio ambiente e o futuro do planeta! Junte-se ao time de voluntários! E vamos em busca de um mundo mais verde, justo e melhor para vivermos!