Os tempos estão difíceis e, para conter o avanço do coronavírus, muitos de nós estão mudando suas vidas. Que tal, então, escolher hábitos melhores?

Com o avanço da pandemia do novo coronavírus, estamos cada vez mais preocupados com nossa saúde e a de pessoas queridas. Muitos de nós podemos adaptar nossas vidas e mudar nossas rotinas diárias, de trabalho, de estudos e principalmente na rua e em casa.

Mas essas escolhas não estão ao alcance de muitos brasileiros. Desigualdade e informalidade colocam mais peso sobre os mais vulneráveis e, diante de uma pandemia, a situação se torna ainda mais delicada. Falta de saneamento básico e escassez de água, moradias precárias e falta de informações confiáveis impedem a população de se prevenir do coronavírus conforme as recomendações das autoridades. 

Com escolas e creches fechadas, o fardo vai ficando mais pesado, principalmente para as famílias sem condições de trabalhos flexíveis. Imagine ainda quão suscetíveis estão os moradores em situação de  rua e as comunidades tradicionais em locais remotos, como indígenas e quilombolas.

É preciso que o poder público adote soluções reais e concretas para essas populações e, mais do que nunca, que repare falhas históricas que geram as assimetrias sociais. Temos que cobrar essa postura de nossos governantes, e podemos também nos articular para buscar soluções que possam amenizar as diferentes necessidades desses grupos e  fortalecer as conexões entre a sociedade. É hora de mostrar que o amor e a compaixão são mais fortes que o medo.

Então, aqui estão dez maneiras para que nós cuidemos uns dos outros enquanto tentamos conter o avanço do coronavírus.

1) Cheque a saúde e o bem-estar de seus vizinhos idosos

via GIPHY

Telefone, mande uma mensagem pelo celular ou cheque ao vivo se necessário, especialmente se eles moram sozinhos.

2) Dê um alô para as pessoas em quarentena

via GIPHY

Principalmente para quem está doente ou em isolamento total, envie pelo celular memes, vídeos para animá-los, fotos bacanas. Ligue e mostre seu carinho. Vale tudo para que eles se sintam menos sozinhos e tenham apoio nesses tempos de isolamento.

3) Ofereça seu tempo

via GIPHY

Conhece alguém em isolamento ou que precisou limitar suas saídas de casa? Se ofereça para fazer suas compras, leve comidas gostosas ou outras coisas de que possam precisar. Tudo isso, claro, lembrando de você mesmo se manter seguro. Seu tempo e trabalho podem ser uma grande ajuda para alguém que precisa de apoio.

4) Lute contra o racismo e a xenofobia

via GIPHY

Esse vírus pode deixar qualquer pessoa doente, independentemente de sua raça ou etnia. Porém, como ele se originou na China, os descendentes de chineses estão enfrentando uma injusta onda de racismo. Ajude-os educando as pessoas ao seu redor quando ouvir comentários preconceituosos. E corrija comportamentos racistas.


5) Combata a desinformação online

via GIPHY

Infelizmente, muitas informações erradas sobre o Covid-19 estão circulando por aí. Se você encontrá-las, relate à rede social onde a viu e informe a pessoa que estiver postando ou compartilhando. Pode ser por mensagem privada se não quiser expor a pessoa (ou você mesmo). Busque informações de fontes confiáveis, como a Organização Mundial de Saúde, as autoridades de saúde do seu país, estado ou cidade ou o seu médico de confiança.

6) Uma ideia radical: isenção de aluguel para pessoas em dificuldades!

via GIPHY


Se você é proprietário de imóveis alugados e tem uma fonte de renda extra, considere congelar os pagamentos de aluguel e garantir que não ocorram despejos para os inquilinos que enfrentam dificuldades financeiras devido à pandemia. O que você acha?

7) Faça uma vaquinha para ajudar aquele amigo que está sem ganhar dinheiro agora

via GIPHY


Se você sabe de alguém que não está conseguindo pagar as contas porque ficou sem trabalho ou fonte de renda, ou então, porque teve custos médicos extras, faça uma vaquinha e peça ajuda dos amigos que não tiveram as economias abaladas.

8) Aposte nas tecnologias para aplacar a solidão 

via GIPHY


Isolamento não significa que estamos distantes das pessoas queridas. Seja criativo. Faça um bate-papo por vídeo para se reunir e celebrar aniversários ou outras ocasiões. Ou, então, combine de assistir ao mesmo filme ou série que os amigos e troquem mensagens enquanto isso para comentar as cenas mais legais ou polêmicas.

9) Compartilhe notícias positivas e atos de bondade

via GIPHY

Existem muitos exemplos de pessoas ajudando umas às outras. Compartilhe eles, fale sobre isso. Juntos, podemos evitar que entremos em uma espiral de solidão e pessimismo. Divulgue boas ações e faça boas ações.

10) E, por favor… pare de estocar comida, álcool gel e papel higiênico!

via GIPHY


Tenha em casa o que você e seus familiares precisam para a quarentena, mas contenha a ganância e o consumismo. Se queremos um mundo melhor, precisamos aprender a ter em mente as necessidades coletivas e não só as nossas. O que sobra em uma casa talvez falte em outra. E isso não é legal se estamos em tempos de solidariedade e cuidado com o próximo, certo?

Tem mais dicas de cuidados com o próximo? Compartilhe aqui nos comentários!