#Biodiversidade #Florestas #Resista

Sem Floresta, Sem Vida: Apoie a Luta dos Povos Indígenas

Participe

O Greenpeace Brasil já fez sua escolha: a construção de um mundo novo, solidário e justo, em que as pessoas e a natureza estão acima do lucro. Vem com a gente!

Colocamos nossa estrutura e equipes para viabilizar o transporte de médicos, enfermeiros, equipamentos e insumos de saúde para garantir o atendimento à saúde de povos indígenas © Otávio Almeida / Greenpeace

Estamos diante de um daqueles momentos determinantes na história da humanidade. A pandemia do coronavírus escancarou, de vez, a encruzilhada onde todos nós – habitantes dessa morada coletiva chamada Terra – nos encontramos AGORA. Aconteça o que acontecer, o mundo não será o mesmo depois da Covid-19. O vírus abalou as estruturas existentes (econômica, política e social), exacerbou as desigualdades, tornando os vulneráveis ​​ainda mais vulneráveis ​​e inflamando tendências racistas e discursos de ódio de ‘nós versus eles’.

Mas e se este momento não for apenas mais uma tragédia na longa história da civilização humana? E se não for apenas mais uma epidemia que em breve será esquecida no fluxo e refluxo de nossa memória coletiva, mas um momento decisivo para toda a humanidade? E se, daqui a cinco, dez, cinquenta anos, quando olharmos para este momento, percebermos que foi um ponto de virada, um momento histórico no qual todos nós temos uma escolha a fazer?

Olharíamos para trás e veríamos que a humanidade continuou vivendo em sua “normalidade” onde os afortunados permanecem isolados e seguros, enquanto os vulneráveis são deixados sem abrigo, sem assistência médica ou mesmo sem acesso ao saneamento? Um mundo onde as pessoas mais ricas e as empresas mais destrutivas são resgatadas enquanto o resto da humanidade é visto como dispensável? Onde nossos direitos mais fundamentais, de fato nossas próprias vidas, continuam ameaçados por um sistema projetado para ser desigual e injusto?

Ou veríamos que, quando nossa própria existência foi trazida ao limite, enfrentamos uma escolha e desencadeamos uma onda de solidariedade e ação coletiva baseada em uma compreensão mais profunda da nossa interconexão e do nosso lugar na natureza? Que percebemos nossa fragilidade e a do planeta, e também o poder que temos sobre nossos destinos em comum? E se descobríssemos nossa força latente e coletiva para proteger tudo o que amamos e os sacrifícios que podemos fazer para salvar nosso ciclo mais próximo de afeto e também a todos os outros?

A cada dia que passa podemos entender melhor nossa interconexão e responsabilidade uns com os outros com uma força maior do que nunca, não apenas localmente, mas em escala planetária. A encruzilhada que se apresenta à nossa frente nos oferece uma escolha. E exige uma decisão. 

Nós, do Greenpeace Brasil, escolhemos agir para enfrentar a crise subjacente de um sistema injusto e destrutivo que coloca o lucro acima das pessoas e trata os seres humanos e a natureza como dispensáveis. Queremos, a partir de AGORA, JÁ, construir esse mundo novo: não ficar parados diante das injustiças e desigualdades, e exigir todas as coisas que sempre nos disseram serem impossíveis para mudar o mundo, defender os mais vulneráveis e proteger nossa casa – e nosso futuro – comum. 

Esperamos que, quando o pior da crise terminar e a nova normalidade começar a se estabelecer, a gente possa ter o orgulho de saber que usamos nossa capacidade de agir neste momento e nos solidarizar uns com os outros para forjar, não o futuro imediato, mas uma visão maior: a de todos os mundos possíveis esperando para nascer. 

Neste momento, estamos colocando toda a nossa estrutura e equipes para viabilizar o transporte de médicos, enfermeiros, equipamentos e insumos de saúde para áreas remotas na Amazônia para ajudar a garantir o atendimento à saúde dos povos indígenas. No atual cenário mundial de pandemia e emergência climática, seguimos firmes com nossa missão de defender a floresta, seus Guardiões e a vida no planeta, honrando os valores que sempre basearam os 28 anos de nossa atuação no Brasil. 

Saiba mais sobre o Asas da Emergência!

Neste momento histórico, convidamos você a fazer parte desta grande rede de ação conjunta e solidariedade para construir o futuro que queremos – para nós, para nossos filhos e todos os outros que ainda virão. 

Um abraço,

Asensio Rodriguez

Diretor-Executivo do Greenpeace Brasil

Antes que se vá, pedimos o seu apoio. Neste momento de quarentena, mantemos nossos escritórios fechados, mas nossa equipe segue de casa trabalhando em nossas campanhas, pesquisas e no monitoramento dos crimes ambientais. Sua doação é muito importante para que esse trabalho continue sendo feito com independência e qualidade, pois não recebemos recursos de governos e empresas. Clique e se torne um doador.