Por uma agricultura mais saudável e sustentável

Participe

Cultivar plantas como cebolinha, tomate e manjericão pode ajudar a trazer um pouco de paz nestes tempos de crise

mão segura uma muda de planta
Mesmo em apartamento, é possível cultivar sua hortaliça preferida © Baramee Temboonkiat / Greenpeace

Estamos passando por dias bastante difíceis, que exigem resiliência, paciência e empatia. Alguns grupos estão em situação ainda mais vulnerável, como é o caso dos indígenas e de quem mora em comunidades urbanas sem acesso a água e saneamento. 

Se você tem passado seus dias em casa, pode encontrar maneiras de se distrair e entreter as crianças enquanto se conecta à natureza. Uma delas é criar uma pequena horta, mesmo que more em apartamento. Para cultivar espécies como manjericão, cebolinha e tomate, você precisa de um pouco de espaço e luz natural. A seguir, te passamos algumas orientações.

1º passo – Decidindo onde plantar

Se você tem quintal, separe uma pequena área para a horta. Para quem mora em apartamento, existem várias espécies que podem ser plantadas em vasos (caso tenha dificuldade em encontrar vasos porque o comércio está fechado, improvise com objetos que tiver em casa, como copos, garrafas pet e embalagens de plástico).

Em qualquer situação, é importante que o local escolhido receba luz do sol em pelo menos um período do dia. 

Opções boas para quintais: pepino, mamão, abóbora, abacaxi, banana, repolho, tomate, couve e berinjela.

Opções boas para vasos: rúcula, manjericão, tomate cereja, alecrim, hortelã, morango, cebolinha, pimentão, salsa, coentro e alface. 

2º passo – A terra precisa de preparo

Você pode comprar a terra já adubada. Caso não a encontre, enriqueça-a com adubos orgânicos como húmus de minhoca. Cuidado com a concentração — observe a dosagem na embalagem. 

Revolva a terra, porque ela não pode estar compactada. Se não adiantar, acrescente um pouco de areia. 

3º passo – Escolhendo o que plantar

A escolha do que plantar depende do quanto você tem de espaço, como já falamos, e luz (veja no 4º passo). Como a orientação é evitar sair de casa, tente usar sementes e brotos dos alimentos que você já tem, ao invés de comprá-los. E tente priorizar alimentos sem agrotóxicos, que fazem muito mal à sua saúde e ao meio ambiente.

Plantas aromáticas também são uma boa opção para quem quer cultivar horta em casa. Orégano, alecrim e tomilho, por exemplo, são um chamariz para abelhas, nossas amigas polinizadoras. Assim, além de deixar seu lar perfumado, você oferece a esses insetos tão importantes para a natureza a matéria-prima que precisam para existirem. 

4º passo – Cuide bem da sua horta

Assim como as pessoas, cada planta tem mais ou menos necessidade de sol e água. O manjericão, por exemplo, precisa de muito sol. Já o alface precisa de menos exposição solar. Pesquise sobre a preferência da espécie que escolheu. 

E fique de olho na sua plantinha: se ela estiver murchando, pode ser sinal de pouca água. Se estiver apodrecendo, pode ser excesso de água ou pouco sol.

5º passo – Prevenindo insetos

Para evitar que sua horta seja atacada por grilos, pulgões e larvas, você pode usar preparados como solução de tabaco com água ou extrato de nim (veja algumas opções aqui).    

Tomara que sua horta dê certo, e que cultivá-la te ajude a trazer paz e tranquilidade nestes tempos de crise. Estaremos na torcida por aqui. 

Quer tentar fazer uma composteira também? Acesse o link e aprenda:


Antes que se vá, pedimos o seu apoio. Neste momento de quarentena, mantemos nossos escritórios fechados, mas nossa equipe segue de casa trabalhando em nossas campanhas, pesquisas e no monitoramento dos crimes ambientais. Sua doação é muito importante para que esse trabalho continue sendo feito com independência e qualidade, pois não recebemos recursos de governos e empresas. Clique e se torne um doador.