Me contam que quando eu era pequena, fui em uma festa na escola da minha irmã. No final de uma festa, o chão do pátio ficou cheio de lixo e eu não me conformava, ficava pegando lixo por lixo e colocando no cesto. Hoje quando me contam isso eu penso que a proteção do meio ambiente faz parte de mim, é algo que eu carrego antes mesmo de ter a consciência ambiental formada. Não gosto nem de imaginar os lixos no oceano e pensar tudo o que está acontecendo por lá.

Gostaria de consumir menos embalagens, mas é difícil, não sou consumista mas tem alguns produtos que nos deixam reféns. Aqui onde eu moro a prefeitura faz coleta seletiva uma vez por semana, a gente separa e a prefeitura pega, a população aderiu bem a proposta e quem não aderiu a gente tenta conscientizar.

Acompanho todas as campanhas do Greenpeace, entre elas lembro bem da proteção da Antártida, a luta contra os madeireiros, a brasileira presa na Rússia, o petróleo que ameaça destruir nossos corais e até os riscos do presidente ter liberado a exploração da RENCA. Sobre os corais eu tive mais informações porque eu sigo o Instagram do Greenpeace e eles falaram muito sobre isso por lá.

Eu e meu pai, Alcides Veiga, visitando o navio do Greenpeace em julho de 2012 em Santos – SP

É lindo ver o Greenpeace sustentado só por pessoas físicas, é muita gente junto! As empresas precisam baixar a cabeça, é o povo e também os clientes delas unidos pela natureza, é muita gente dando apoio. Eu como doadora me sinto aliviada, eu não posso estar lá e é até bom que eu não esteja, a minha vontade é de bater em todo mundo, então é melhor o Greenpeace, porque eles sabem fazer o que eu tenho vontade de fazer com mais “peace” que eu.  

O meu recado para quem ainda não é um doador é o seguinte: A ganância do ser humano destrói a vida e está destruindo o nosso planeta. A gente precisa fazer alguma coisa e se não podemos fazer mais, vamos ajudar quem faz e o Greenpeace é formado por essas pessoas, AJUDE!

Iris Veiga, 48 anos, autônoma e doadora desde 2011, natural de Santo André – SP.

*Tiago Batista faz parte do time de relacionamento com doadores do Greenpeace.