#Mobilização

Junte-se ao time de voluntários

Para fazer parte da nossa rede de voluntariado é só entrar no Greenwire, se conectar com outros ativistas ao redor do Brasil e participar das…

Participe

Voluntários e voluntárias mostram que a educação é um dos caminhos para a preservação ambiental

Em São Luís, os voluntários Denison Ferreira e Cynthia Carvalho levaram à educação ambiental para alunos do ensino superior. Foto: Gabriel Sá / Greenpeace Brasil

Nossos voluntários e voluntárias se empenharam para levar a educação ambiental do norte ao sul do país e mostrar que ela é uma das melhores formas de Ativismo, foram mais de 300 pessoas – entre crianças e adultos – em cinco Projetos Escolas realizados.

Além disso, os voluntários de Fortaleza e Salvador participaram dos mutirões de limpeza das manchas que óleo que ainda afetam o litoral nordestino.

Projeto Escola

No dia 4 de novembro, o Projeto Escola de Porto Alegre esteve na Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Fausta, em Cachoeirinha (RS). Na ocasião, o voluntário e palestrante Valdeci C. de Souza aproveitou para debater sobre a história do Greenpeace, consumo responsável, pegada ecológica, sustentabilidade e consumo consciente da água. 136 alunos dos 6º e 7º anos participaram da palestra. 

Alunos do ensino fundamental recebem o Projeto Escola em Cachoeirinha (RS). Foto: Grupo de voluntários de Porto Alegre

No dia 5, o Projeto Escola de Porto Alegre – dessa vez sendo representado pela voluntária Luciele de Souza – realizou palestra para 17 jovens do Projeto Pescar. O projeto visa dar oportunidades a jovens de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade social. A palestra tratou sobre as mudanças climáticas, Amazônia, óleo no Nordeste e a mineração no Rio Grande do Sul. 

Segundo Luciele, os jovens mostraram-se atentos e muito interessados sobre os assuntos abordados e ainda aproveitaram a ocasião para assinar a campanha contra a instalação da mina de carvão Guaíba no estado. 

Projeto Escola leva palestra para jovens do Projeto Pescar em Porto Alegre. Foto: Diolete Silva / Greenpeace Brasil

O Projeto Escola de Porto Alegre ainda participou do evento “Passaporte para o Empreendedorismo” promovido pelo SENAI Montenegro (RS), em 7 de novembro. O encontro contou com a participação de 100 jovens do 1º ano do Ensino Médio e tratou sobre os últimos acontecimento relacionados às mudanças climáticas no Brasil e no mundo. 

Projeto Escola de Porto Alegre esteve no SENAI Montenegro (RS). Foto: Marcos Azevedo / Greenpeace Brasil

No mesmo dia, os voluntários do Projeto Escola da capital maranhense estiveram na Faculdade Estácio São Luís para conversar com cerca de 20 alunos dos cursos de Design e Publicidade e Propaganda sobre como a comunicação é um importante mecanismo de ativismo ambiental. 

Projeto Escola de São Luís falou sobre como a comunicação é importante para o ativismo ambiental para estudantes do ensino superior. Foto: Gabriel Sá / Greenpeace Brasil

Fechando a semana, a convite do Coletivo Sementes, Valdeci C. de Souza e Denise de Souza – voluntários do Projeto Escola de Porto Alegre – participaram do 1º Seminário Meio Ambiente em Debate: da Amazônia ao Mato do Júlio. O seminário reuniu mais de 30 pessoas na Associação dos Moradores do Bairro Carlos Wilkens, em Cachoeirinha (RS). O evento contou com a apresentações de dança e palestras relacionadas às causas socioambientais, como a importância do Mato do Júlio como “patrimônio ambiental do vale do Gravataí” e a necessidade de sua preservação contra os interesses imobiliários que pretendem lotear o espaço para construções residenciais e comerciais.

Projeto Escola de Porto Alegre participou do 1º Seminário Meio Ambiente em Debate. Foto: Coletivo Sementes

Na última semana o Projeto Escola levou à educação ambiental para mais 300 pessoas, dentre crianças, jovens e adultos. 

Ação de limpeza

No dia 2, o grupo de voluntários da capital baiana realizou uma ação de limpeza do óleo na areia da Praia do Flamengo em Salvador. Além da coleta de óleo, eles também conversaram com a população sobre os riscos de frequentar a praia que está contaminada.

Voluntários de Salvador participam de mutirão de limpeza das manchas de óleo nas praias. Foto: Natália Pereira / Greenpeace Brasil

Entre os dias 5 e 7 de novembro, os voluntários e voluntárias de Fortaleza também realizaram um mutirão de limpeza do óleo na Praia do Cumbuco e Cauípe, em Caucaia (CE). A voluntária Katley Ellen conta que apesar do foco da atividade ter sido a limpeza do óleo, foi também uma demonstração de cooperação e gentileza dos moradores, voluntários e comerciantes locais.

Durante três dias, voluntários de Fortaleza (CE) participaram de multirãoes de limpeza das manchas de óleo. Foto: Katley Ellen / Greenpeace Brasil

Com pequenos gestos nós podemos proteger o nosso meio ambiente e o futuro do planeta! Junte-se ao time de voluntários! E vamos em busca de um mundo mais verde, justo e melhor para vivermos!