Mês de julho foi intenso para os grupos locais, que também se engajaram contra o PL da grilagem, 2633, que facilita apropriação privada em terras públicas.

A política antiambiental adotada pelo Brasil nestes últimos anos tem apresentado consequências devastadoras para o país. O descompromisso de nossos líderes nacionais com o meio ambiente e a pressão exercida pelo avanço do desmatamento e das queimadas florestais continuam ameaçando a garantia dos direitos dos povos tradicionais e a preservação de nossos biomas.

Segundo dados recentes apresentados pelo sistema DETER, do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), as taxas de desmatamento na Amazônia não param de crescer desde 2019. Esta realidade, agravada pelo descaso público na preservação da vida e dos órgãos de fiscalização e controle socioambientais em nosso país, é um triste registro histórico de desmonte e descompromisso. 

Precisamos ficar atentos e continuar pressionando para que empresas e governos reflitam sobre esta realidade!

Para isso, no Dia de Proteção às Florestas, que rolou no último dia 17, grupos locais de todo o país uniram-se para uma super mobilização nas redes sociais. Quer ver a dimensão dessa união? Se liga na lista de presença da ação: 

Brasília, ABC Paulista, Litoral Norte, Macapá, Fortaleza, Belém, Blumenau, Bertioga, São Paulo, Belo Horizonte, Manaus, João Pessoa, Porto Alegre, Goiânia  e Recife <3

Também teve vigília virtual! Voluntários e voluntárias se dispuseram a entrar em lives nos perfis dos grupos locais para dar ainda mais visibilidade ao problema. Vem ver os rostinhos que apareceram: 

Belém <3 

Blumenau <3

Bertioga <3 

Manaus <3 

Recife <3  

No dia 24 de julho, manifestações encheram as ruas de todo o país para pedir a saída imediata do presidente Jair Bolsonaro. Sabendo que o governo, além de tudo, é incompatível com a proteção do meio ambiente, os voluntas esverdearam os protestos – mesmo que virtualmente. Os grupos do Abc Paulista, Belo Horizonte, Manaus eSalvador foram os responsáveis por fazer acontecer <3 

Os voluntários e voluntárias também se posicionaram contra o PL da grilagem, 2633, que facilita apropriação privada em terras públicas, legalizando o roubo de terras. Olha só: 

São Paulo: 

Manaus: 

João Pessoa: 

08/07 – Dia Nacional de Ciência

No Dia da Ciência, o grupo de São Paulo convidou a Valdiele, que é mestranda em biologia e biotecnologia de microrganismos, para falar sobre a diferença entre opinião e ciência.

21 de julho – Dia Nacional do Garimpo 

O grupo de Salvador aproveitou a data para alertar sobre os perigos dessa prática. Vem ver: 

O garimpo é a denominação que se dá à exploração, mineração ou extração, manual ou mecanizada, de substâncias minerais como o ouro, diamantes ou outros tipos de minérios.

Essa atividade causa impactos devastadores para a floresta e seus povos. Para além dos prejuízos ambientais, como contaminação e assoreamento dos rios, desvio dos cursos fluviais e morte de animais, essa atividade causa graves efeitos sociais, como condições insalubres de trabalho e perturbações severas na organização social e política dos povos que vivem naquela região. Uma das piores consequências do garimpo é a contaminação por mercúrio. Utilizado para facilitar a mineração do ouro, este metal pode causar irreversíveis danos ao sistema nervoso.

25 de julho – Dia Internacional da Agricultura Familiar 

O Dia Internacional da Agricultura Familiar foi criado em 2014 pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO).  A data surge para reafirmar o compromisso de se debater e reconhecer o papel e o potencial da Agricultura Familiar, na produção de alimentos sadios, e no processo de desenvolvimento rural sustentável. Vem ver o conteúdo que o grupo de João Pessoa preparou: 

26 de julho – Dia Mundial de Proteção aos Manguezais 

Mais data especial! Olha só o que os grupos postaram sobre os manguezais, sistemas tão únicos que desempenham um papel vital na proteção e nutrição das populações e habitats do litoral e do interior.

João Pessoa: 

Salvador: 

Aposto que você já fez algum teste nas redes sociais pra saber se você é cringe ou não. O que eu duvido é você saber se é um cringe ambiental. Quem te dá a resposta não sou eu, é o grupo de São Paulo: 

De dicas, tivemos o grupo de Zona da Mata, ainda em formação, nos ensinando a plantar uma muda em 5 passos:  

Para encerrar com a nossa amada sessão verde de sempre, o grupo de Recife indicou a animação “Rio” <3 Esse é pra ver com a família toda, hein? 

Empresas de app podem ajudar na redução do uso de plástico nas entregas? Belo horizonte te conta a resposta: 

Já em Porto Alegre, os voluntários e voluntárias produziram um TikTok super dinâmico e didático para explicar o que a preservação da Fazenda do Arado, no Bairro Belém Novo (POA/RS), tem a ver com as enchentes ocorridas na China e na Alemanha: 

 O grupo de Belo Horizonte, que vem se posicionando fortemente nas redes sociais, segue dizendo não ao rodo minério. Você fica por dentro do caso lá no instagram oficial do grupo: 

Friozinho batendo na porta e a gente já pensa em fazer uma receita quentinha e saborosa, né? Se for saudável e sem carne, melhor ainda! Vem conferir as sugestões dos nossos chefs: 

Caldo verde vegano – Bertioga <3

1 é pouco, 2 é bom, 3 é demais… de bom! É mais que demais! Vem ver as receitas dos voluntas de Belo Horizonte: 

Bolinho de arroz – Zona da Mata Mineira <3 

Pra fechar com chave de ouro, os voluntas de São Paulo produziram um TikTok para ilustrar o impacto positivo de não consumir carne por um dia: 

Seguiremos atualizando e apoiando os grupos, afinal, estamos todes juntos nessa 🙂

Junte-se ao time de voluntários

Para fazer parte da nossa rede de voluntariado é só entrar no Conexão Verde, se conectar com outros ativistas ao redor do Brasil e participar…

FAÇA A SUA PARTE ×