No dia Nacional do Voluntariado, queremos agradecer por esse trabalho tão importante. São vocês, voluntários e voluntárias que levam nossas causas para todos os cantos do país.

Ponto verde no Pelourinho, em Salvador © Rodrigo Santos

Hoje não é um dia qualquer. 28 de agosto é comemorado nacionalmente o Dia do Voluntariado, e nós, do Greenpeace, queremos mostrar toda a nossa gratidão aos voluntários e voluntárias que multiplicam nossas mensagens e colaboram ativamente com a organização, mostrando que ativismo é sim, muito poder!

Atualmente são mais de 7.530 pessoas contribuindo ativamente com as campanhas do Greenpeace. Esse número é possível de ser calculado graças ao Greenwire, uma plataforma online que reúne as pessoas com interesse no trabalho voluntário.

Rafael Ferraz, Desenvolvedor de Comunidades, é um dos responsáveis por gerenciar os mais de 15 grupos espalhados pelo país, e conta que é preciso ter muita empatia para lidar com tanta diversidade. “Sou muito grato por ter a oportunidade de gerenciar tantos grupos pelo Brasil, são muitas pessoas diferentes com ideias, jeitos, costumes e culturas únicas. O respeito às diferenças é o que faz nossa união e mantém tantas pessoas incríveis contribuindo ativamente com o Greenpeace”.

Voluntários contam ao público a história dos 25 anos do Greenpeace do Brasil. Rainbow Warrior visita o Rio de Janeiro para celebrar os 25 anos do Greenpeace Brasil e divulgar a campanha Defenda os Corais da Amazônia. © Barbara Veiga / Greenpeace

Fazer parte do trabalho voluntário é atuar como multiplicador das campanhas da Organização, levando mais conhecimento e atitude de mudança. O Projeto Escola, por exemplo, é um trabalho desenvolvido por voluntários e voluntárias e se tornou uma atividade recorrente para incentivar a luta por um mundo melhor.

No último ano, estivemos em mais de 85 palestras, e conversamos com aproximadamente 4.963 alunos, colocando a questão ambiental nas escolas e servindo como base de educação. Juliana Teixeira é uma voluntária que está há mais de 10 anos trabalhando pelas causas ambientais, e conta que é muito especial poder conversar com tantas crianças e jovens.

“Me sinto muito feliz com esse trabalho. Nada mais gratificante do que ver no final de uma palestra, alunos com os olhinhos brilhando, dispostos a mudar o mundo e engajados na causa. Sinto que minha missão foi cumprida, pois plantei a sementinha verde dentro deles.”

Voluntárias durante o Open Boat. O navio Esperanza abre as portas pela primeira vez em Belém (Pará, Brasil) para encerrar a expedição de 50 dias pelos Corais da Amazônia, que confrontou a petrolífera Total, mostrando a existência dos Corais em um de seus blocos.

Outra iniciativa dos voluntários e voluntárias, muitas vezes em parceria com outras ONGs, é promover limpezas de praias, rios e mangues; no ano passado, mais de 6.961 kg de resíduos foram retirados desses locais.

Para Raphael Roberto, esse projeto incentiva a população a atuar por um equilíbrio entre a vida nos grandes centros urbanos e o respeito ao meio ambiente. “Sonho com o dia em que as pessoas entendam que os nossos hábitos estão diretamente ligados a preservação dos ecossistemas, e então cobrem dos governos ações mais sustentáveis para nossas vidas.”

E não acaba por aí, o  Ponto Verde, é quando vamos às ruas, em um espaço público e conversamos com a população, sendo uma ferramenta de multiplicação das causas ambientais.

Limpeza de praia em Bertioga.

Se conseguimos continuar contribuindo por um mundo mais verde, é porque temos vocês, voluntários e voluntárias. Obrigado por levarem o Greenpeace para todo o Brasil, por acreditarem na mudança e no poder da união entre as pessoas! Vocês são  verdadeiros guerreiros e guerreiras do arco-íris!

Se interessou por nosso trabalho? Junte-se à nós! Entre no Greenwire e descubra todas as possibilidades de atuação como voluntário e voluntária, Faça novos amigos e seja você também multiplicador da energia verde.

Imagem de dois ativistas de mãos dadas na Greve Global pelo Clima de 2019.
Junte-se ao time de voluntários

Para fazer parte da nossa rede de voluntariado é só entrar no Conexão Verde, se conectar com outros ativistas ao redor do Brasil e participar das discussões e mobilizações.

FAÇA A SUA PARTE